• Listar posts
  • Feeds - RSS
Post

Executivos dizem que jogadores não querem mais pagar por games

Postado por Das Übergeek em 31/07/2012 16:20
Blog: ÜberGeek

Karmômetro (?)

excelente
adicionar comentário Comment

VP da EA Interactive e VP da BBC acham que modelo freemium é o futuro dos games

por Rodrigo Martin de Macedo

O vice-presidente da EA Interactive, Nick Earl, declarou, durante uma entrevista, que a cabeça dos jogadores está mudando e que agora o consumidor não quer mais pagar pelos jogos.

A mudança teria começado junto com a chegada em massa dos jogos online MMO, que seguiam o modelo batizado de “freemium” – onde o software é oferecido gratuitamente e apenas itens especiais são cobrados.

Segundo o site TG Daily, a percepção do executivo é que isso não precisa ser, necessariamente, algo ruim.

“Na verdade, há diversos estudos que mostram que jogos ‘grátis’ acabam custando mais para o usuário médio que jogos que possuem apenas um custo inicial”, comentou.

Porém, ainda há um desafio: esse modelo funciona bem no computador, nos smartphones e nas redes sociais, mas ainda não foi aplicado com sucesso aos videogames. Para Nick Earl, isso não é impossível.

A entrevista, dada à MCV foi complementada por Robert Nashak, vice-presidente executivo da divisão de entretenimento digital e jogos da BBC, que reafirmou que acredita muito no “grátis” e que o freemium se destaca por permitir ao jogador testar antes de investir a quantia que quiser no jogo.

“O que é mais legal no modelo freemium é que ele favorece de verdade jogos de qualidade porque todos podem testar antes de comprar e eu acho que isso vai levar a uma qualidade melhor, porque se você não conseguir agradar as pessoas, não ganhará dinheiro”, explicou.


Tags:

Se você gostou,
seja um GEEK!

participe

Comentários Comment

Não há nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar

Não preencha este campo Ele é um mecanismo para evitarmos spams. Se vc. está vendo este texto, seu browser provavelmente não interpreta corretamente CSS. De qualquer forma, apenas deixe este campo em branco e siga livre para comentar.

Ajuda com a formatação


voltar ao início